.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

terça-feira, 22 de junho de 2010

Eu quero amar, amar perdidamente acertadamente 

Será que ainda alguém se lembra deste post que escrevi em Março de 2007? Na altura, deu que falar, mas a conversa perdeu-se nas malhas irrecuperáveis do sistema de comentários da Haloscan... :'(

A recuperação explica-se porque a psicóloga clínica Ana Cardoso de Oliveira deu uma entrevista ontem ao «Destak» que merece ser lida. É favor ir espreitar aqui.

Eis um excerto, para "abrir o apetite":
Destak - Quantas vezes nos apaixonamos a sério na vida?
Ana Cardoso de Oliveira - Varia com a idade. Aos 15 anos, três vezes por dia, enquanto adulto já amadurecido, uma, duas vezes, com sorte.

Nota pessoal: Confirmo a tese. E concluo que, afinal de contas, até sou uma mulher de sorte. ;)

Comentários:
parabens pelo trabalho, amo o blog, a ideia, os textos, a frontalidade com que sao escritos,
parabens, cnquistarao uma nova fã xD
 
Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer