.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

«Morrer como um homem» 

Estreia hoje nas salas de cinema «Morrer como um homem», filme com argumento e realização de João Pedro Rodrigues, cuja personagem principal é um travesti, Tónia, algures num processo de mudança de sexo. Entre conflitos interiores, resistências externas, a doença, a dúvida, o pecado e a morte, João Pedro Rodrigues transpôs para a tela uma obra que, a somar ao facto de ter sido seleccionada para a Quinzena dos Realizadores, em Cannes, alguns classificaram já como merecedora de figurar na história do cinema português.
Se puderdes, não deixeis de ver. Para aguçar o apetite, levante-se a ponta do véu (trailer).

Já agora, se o tempo abundar por essas bandas, lê-de também o artigo «De homem não passamos, a mulher não chegamos», de Bruno Horta, publicado ontem no «Ípsilon» online.

Nota: É verdade, apeteceu-me voltar ao fim deste tempo todo. Às vezes, dá-me p'ra isto!

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer