.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, 30 de abril de 2007

Valeu a pena esperar 

«O amor imortaliza-nos.», escreveu hoje, finalmente, a minha querida Maria, minha prima, minha irmã. Valeu a pena esperar tanto por um "póste" seu, para ler tudo de rajada, e ficar saciada, por enquanto.
Sobre o papel da memória, está um parágrafo sublime. Não seria possível explicar melhor porque é que a memória é um agregador de pedaços: de nós mesmos dentro de nós mesmos e dos outros dentro de nós.
É por isso que quando eu me lembro da Maria da IaNa, que também já é um bocadinho minha, a minha prima Maria, que eu (res)guardo muito no meu coração, me sinto abençoada. E é por isso que nunca a esqueço, porque ela já faz parte de mim.

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer