.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

sábado, 23 de dezembro de 2006

Sugestões de Natal - discos (5) 

3 Minutos Antes de a Maré Encher, de A Naifa
TRÊS MINUTOS ANTES DE A MARÉ ENCHER
A Naifa


A Naifa pode não ter sido o primeiro projecto nacional a tentar uma fusão entre o fado e elementos diversos da música pop contemporânea mas, num registo que bem se poderia etiquetar de trip-fado, foram os primeiros a conseguir coerência e solidez nesse intento. Depois de um primeiro disco em que moldaram a sua matriz, ninguém esperava uma revolução. Para o bem ou para o mal, A Naifa é um daqueles projectos (e daí até ser mais correcto aplicar este substantivo do que "banda") que encontra a sua existência numa estética muita específica, e quando dela fugir deixa de fazer sentido. O desafio para este segundo álbum passava claramente por uma "evolução na continuidade". Que saídas havia para dar a ideia de um upgrade?
A resposta d’A Naifa parece ter sido simples: as canções. Fazê-las mais refinadas, mais perfeitas, com um sentido pop mais apurado. (...)
A Naifa já não é um "estalo" vindo do nada, como em Canções Subterrâneas, e optou por uma redução ao essencial, dando espaço para a voz segura de Mitó e para as letras.
Sim, as letras. Não nos esqueçamos disso. A Naifa tem pelo menos o mérito indiscutível de dar um destaque à palavra, em português. E consegue-o sem que isso soe forçado e com momentos de algum brilhantismo. Tal como no primeiro disco, os textos são de jovens poetas portugueses, desde os mais mediáticos José Luís Peixoto e Adília Lopes, passando por Rui Lage ou Tiago Gomes. A temática dos textos permanece a mesma: a infelicidade urbana, o dia-a-dia, o quotidiano, a solidão, e uma luz a querer entrar pela janela das personagens das canções.


Fonte: site da Bodyspace, texto de João Pedro Barros

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer