.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

sábado, 30 de dezembro de 2006

Conversas com o meu subconsciente 

Subconsciente da Mente - Ó Mente, estive a ler o teu último post.
Mente - Ah sim?
Subconsciente da Mente - Sim. E estive cá a pensar...
Mente - Ui...
Subconsciente da Mente - Que tu, com o passar do tempo, estás a ficar ranzinza.
Mente - Estou a ficar o quê?!
Subconsciente da Mente - Ranzinza. Embirrenta. Teimosa. Essas coisas. Não conheces os termos?
Mente - Olha, tu não comeces já a irritar-me. Eu sei perfeitamente o que significa ranzinza!
Subconsciente da Mente - Vês como estás a ficar embirrenta?
Mente - Olha, meu caro subconsciente, eu gosto pouco dessa moda de afirmar sem fundamentar. Fazes-me o favor de te explicares ou ficamos já por aqui?
Subconsciente da Mente - Eu explico, eu explico, não te apoquentes...
Mente - Ai o caneco!...
Subconsciente da Mente - Bem, dizia eu: estás a ficar ranzinza. Já leste bem o teu último post? De repente, parece que te deu para desancar no fim de ano, nas palavras amistosas que as pessoas dirigem umas às outras nesta altura, na esperança que as pessoas devotam num novo ano que aí vem, nas espectativas que toda a gente tem sobre o futuro... Tu, por acaso, não quererás que o teu futuro seja melhor do que o passado?
Mente - Obviamente.
Subconsciente da Mente - Então! E diz-me cá, não desejas que o ano de 2007 seja melhor do que o de 2006? Não és tu que anseias sistematicamente por evolução, progresso e por seres cada dia uma pessoa melhor?
Mente - Sim. Gosto de deitar a cabeça na almofada, rever o meu dia e sentir que aprendi alguma coisa, que corrigi alguma coisa que estava mal, que mudei alguma opinião menos boa, que evoluí enquanto ser humano.
Subconsciente da Mente - Eu sei que sim. Acaso te esqueceste de que eu sou o teu subconsciente?
Mente - Não, não me esqueci. Nem podia, passas a vida a matutar dentro da minha cabeça!...
Subconsciente da Mente - Pois passo. Mas se não fosse eu, eras assim... digamos... algo superficial. Ainda bem que me tens a mim como subconsciente porque, modéstia à parte, até sou um subconsciente à maneira. À tua maneira, ou seja, convencido como tu!
Mente - Lá nisso tens razão!
Subconsciente da Mente - Mas não nos desviemos do fundo da questão. Sobre o teu último post: isso de meteres tudo dentro do mesmo saco e de escreveres como se estivesses desiludida com a vida e com a humanidade nem parece teu.
Mente - ...
Subconsciente da Mente - Mente, a vida é composta de altos e baixos, de momentos bons e maus, de progressos e de regressões. Eu compreendo que, para uma pessoa como tu, que espera e quer sempre mais, o mundo pareça às vezes «ao contrário», como na música dos Xutos&Pontapés, mas o mundo permanece e sobrevive precisamente porque, de vez em quando, anda ao contrário. A vida, sem desgostos, reveses, choro, raiva, desilusão, não teria graça.
Mente - Não daria luta...
Subconsciente da Mente - Exactamente. E na boca de pessoas como tu, que gostam de ir à luta e que gostam de incentivar à luta, não assentam discursos como o do teu último post! A esperança, Mente, nunca pode ceder perante a desilusão e a fé que temos nas pessoas não pode desaparecer! E é essa fé que temos nas pessoas que nos leva a acreditar que o próximo ano será melhor do que este; é essa fé que temos nas pessoas que nos faz acreditar que poderemos sempre fazer mais e melhor, ser mais e melhor, esperar mais e melhor!
Mente - ...
Subsconsciente da Mente - Por momentos, quando te li, quase imaginei estar a ler um post de alguém velho, envelhecido por dentro, que é muito pior do que ser envelhecido por fora. Não queiras envelhecer tão cedo, não queiras ser ranzinza! Esforça-te por manteres dentro de ti sempre acesa a chama da esperança em ti mesma e nos que te rodeiam. Bolas, estás rodeada de tanta, tanta gente excepcional! Olha para essas pessoas e acredita. Acredita que o que está para vir limpará os destroços do que já foi e já não é e que a vida, o futuro, poderá ser melhor! Acredita, Mente!
Mente - Às vezes, custa-me acreditar... e por isso escrevo posts como aquele, que são reflexo do turbilhão de ideias que me assola naquele momento!
Subconsciente da Mente - Eu sei, minha cara. E penso que os teus leitores, ou pelo menos, alguns deles, também saberão que aquele discurso é passageiro e que tu continuas a ter os olhos postos no lado positivo, sempre o lado positivo!
Mente - Sim... também espero...
Subsconsciente da Mente - Nunca te esqueças, Mente: o lado positivo, sempre o lado positivo! Quero-te positiva, caríssima Mente. E quero-te a acreditar que 2007 será um ano de encontros, de harmonia, de evolução, de aprendizagem e de muitas coisas boas que nem eu nem tu somos ainda capazes de imaginar! Mas isto, é claro, sem esquecer que será também um ano de todos os reversos destas medalhas, mas que esses reversos nunca serão mais importantes nem mais fortes do que o lado positivo da vida. Agora pira-te daqui e vai reflectir sobre o que eu te disse. Eu vou jantar, que já vão sendo horas...
Mente - Ok, excelentíssimo senhor Subsconsciente da Mente. Muito obrigada por esta chamada de atenção. Vai ver que me esforçarei por não ser tão ranzinza.
Subconsciente da Mente - Ora, um pouco ranzinza sempre serás...
Mente - Ai o caneco!...
Subconsciente da Mente - A sério! É fácil embirrar contigo. Aborrecer-te. Irritar-te. Maçar-te. Tu ferves em pouca água! Hihihihi!
Mente - Ora, ora! Não fervo nada! E tu não me estejas a massacrar com esses teus risinhos insuportáveis! Vai comer que o teu mal é fome!
Subconsciente da Mente - E o teu também. E agora diz lá qualquer coisa que eu sei que tu gostas de ficar com a última palavra...
Mente - Hum... Está bem. ;)

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer