.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, 14 de outubro de 2005

Casamento em crise!?! 

Calma, calma, não vou falar de nenhuma dama da realeza e, não, lá porque falo de casamento desta vez não vou falar da petição que anda por aí a circular porque sei que toda a gente que lê este blog já a assinou e nem admito outra hipótese! Quero antes partilhar convosco uma conversa que ouvi numa das últimas idas ao cabeleireiro (ai o que eu gosto das pérolas que se ouvem nos cabeleireiros!):



Sr.ª A - Esta juventude dos trinta anos agora é toda solteira, já viu?
Sr.ª B - Tomara, eles agoram não precisam de se casar: têm tudo em casa - cama, comida e roupa lavada, não têm custos, não têm preocupações e podem andar com as raparigas que quiserem, é normal que não se queiram casar!
Sr.ª A - Pois é, o casamento está definitivamente em crise!...



E eu, cá para os meus botões, fico a pensar que realmente, hoje em dia, já muito pouca gente se casa para se tornar independente dos pais, para ter autonomia, para ter uma mulher que trate da casa ou para ter um marido que trate das contas ou porque engravidou sem querer ou por quinhentas outras razões diferentes e estranhas à relação que construíram com @cara metade... hoje, cada vez mais, as pessoas casam-se simplesmente porque, apesar de todos os confortos da vida de solteir@, não querem deixar de se ligar à pessoa que amam... no fundo, hoje, e cada vez mais, as pessoas casam-se única e exclusivamente pelo casamento!

Será que uma aproximação da realidade à essência dos conceitos é sinónimo de uma crise desses mesmos conceitos? Quase ousaria dizer: vale a pena pensar nisso!

Comentários:
Estão abertas as inscrições para o 1º .BLOG CUP. Uma competição entre blogs. Sabe mais em http://supershow.blogs.sapo.pt.
Estou a contar com a tua participação. Podes convidar blogs amigos.Inscreve-te já. É gratuito. Obrigado.
 
Sem dúvida que hoje em dia o casamento já não é visto como forma de independência, no entanto não cairia na tentação de dizer que as pessoas se casam pelo casamento. Encontro-me naquela altura deprimente da vida em que as pessoas amigas começam a falar de casório e ouve-se de tudo, desde do casar pq tem de ser, até ao casar por causa do copo de Àgua e do karaoke ou até ao casar pq tá na moda!
Quando a questão que se põe é, casar pra quê?
 
Viktor, acredito que em algumas pessoas esses argumentos continuem a valer, mas a mim parece-me que esses motivos extra-casamento são cada vez menos invocados para as pessoas casarem - e não falo, claro está apenas do casamento-cerimónia-contrato, mas do casamento-viver-com-a-pessoa-com-quem-quero-partilhar-a-vida!
 
Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer