.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

sábado, 10 de janeiro de 2004

E parece que foi ontem... 



... que estive lá. Há um ano, a minha vida tomava um rumo completamente inesperado. A tua ausência torturou-me, fez-me falta o clima, a gastronomia, o povo português. Os holandeses são cordiais, é certo, mas não chegam sequer a roçar a simpatia. O frio das ruas entranhava-se-me nos ossos e tu não me saías da cabeça. Por cá, a tua vida resumia-se a algo de muito decisivo. Curiosamente, ambas tivemos de adiar os nossos planos mais imediatos. E, no meio da minha loucura, tive um momento de lucidez. Nunca esquecerei o abraço que me deste, quando me reviste pálida, magra e doente. Só lamento ter demorado tanto tempo a decidir voltar. Só nos teus braços respirei de novo, em paz.

Obrigada por me teres resgatado. Sei que só o digo hoje, via post, neste blog, mas estou certa que o teu coração há muito percebeu o agradecimento que o meu lhe deu. Naquele abraço.


Amsterdam
Martin/Berryman/Buckland/Champion
A Rush of Blood Into The Head, 2001 © Cold Play *



Come on,
Oh my star is fading
And I swerve out of control,
If I, if I'd only waited,
I'd not be stuck here in this hole,
Come here,
Oh my star is fading,
And I swerve out of control,
And I swear, I waited and waited,
I've got to get out of this hole

But time is on your side
It's on your side, now
Not pushing you down,
And all around,
It's no cause for concern

Come on,
Oh my star is fading,
And I see no chance of release,
And I know I'm dead on the surface,
But I am screaming underneath

And time is on your side,
It's on your side, now
Not pushing you down,
And all around,
No it's no cause for concern

Stuck on the end of this ball and chain,
And I'm on my way back down again,
Stood on the edge, tied to the noose,
Sick to the stomach

You can say what you mean,
But it won't change a thing,
I'm sick of the secrets,
Stood on the edge, tied to the noose,
And you came along and you cut me loose,
You came along and you cut me loose,
You came along and you cut me loose.


* Estes senhores são, simplesmente, a banda sonora desse período [atribulado] da minha vida. Ainda hoje, há músicas deles que não consigo ouvir até ao final, tal é a angústia que se forma no meu peito. Ainda assim, são a minha "banda do momento". E são britânicos, o que só abona a favor deles...

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer