.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, 10 de dezembro de 2003

Há dias em que mais vale... - um post tão non sense quanto o foi este dia 


Talvez sejam indícios de uma esquizofrenia nunca despistada, talvez sinais de uma neurose aguda... quem sabe problemas de audição ou, simplesmente, uma paixão já há muito transformada em dependência pela música!... Seja lá qual for a causa, a verdade é que todos os meus passos, todas as minhas palavras, todos os meus gestos são acompanhados por uma banda sonora que interpreta os mais diversos (e quantas vezes alucinantes) temas em exclusivo aqui no meu cerebrezito... Hoje, por exemplo, o Nuno Guerreiro e o seu grupo fizeram-me companhia desde o momento em que acordei, como que a vaticinar o que estaria reservado para mim neste dia:

Há dias
Em que não cabes na pele
Com que andas
Parece comprada em segunda mão
Um pouco curta nas mangas

Há dias
Em que cada passo é mais um
Castigo de Deus
Parece
Que os sapatos que vês
Enfiados nos pés
Nem sequer são os teus

À noite voltas a casa
Ao porto seguro
E p'ra sarar mais esta corrida
Vais lamber a ferida
Para o canto mais escuro”

E descobres que ali não há canto, nem escuridão, nem sequer a segurança de um porto...
E descobres que a tua casa não é o lugar onde tens a tua roupa mas o lugar para onde voa a tua alma...

E há dias em que te apetece voar,
Para lá do trânsito, para lá da pressão...
Para lá dos prazos... para lá da razão...

Há dias em que simplesmente te apetece gritar que não...
Que não queres fazer, que não queres saber... que não queres parecer...
Enquanto simultaneamente dizes que sim,
Que és...

E enquanto dizes percebes que há dias em que devias estar calada,
Que as palavras ganharam vida própria,
E ouves saído de ti o contrário do que queres dizer...

Porque há dias em que te pesa a verdade
Tanto quanto a distância,
Tanto quanto o amor,
Tanto mais quando há saudade...

....

“Parece que pagamos os
Pecados todos do mundo
Amarrados aos remos de um
Barco que está no fundo
.”


Graças a Deus, todos os dias chegam ao fim...
Renova-se assim a esperança, para lá do sono...
Talvez haja amanhã menos chuva “nas nossas carecas”... e menos distracção também!

Vale-me, em dias assim, a compreensão e tolerância infinitas, que me chegam por telefone! Obrigada, amor... Desculpa, amor...



Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer