.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Continuar o exemplo 



Ainda vos lembrais da história de amor de Del Martin e Phyllis Lyon? (clicar para ler)? É um tanto ou quanto inesquecível, não é?
Del Martin (de roxo na foto ao alto) tinha 87 anos quando se casou com Lyon, em Junho passado. Digo «tinha» porque Del Martin já não está entre nós desde a passada quarta-feira, dia 27.
É com alguma tristeza que escrevo isto, mas não fico a pensar no que de mau tem o desaparecimento de alguém. Penso, isso sim, de que modo é que quem fica pode fazer alguma coisa para evitar que esse desaparecimento seja definitivo. E, neste caso, podemos fazer muito.
Podemos fazer muito porque Del Martin deixa um testemunho pleno de afirmação, conquista, luta e proveito. Deixa um percurso de vida que é verdadeira lição, por tudo o que fez por ela, por mim e por vós, que ledes este texto, sejais ou não homossexuais. E sabeis porquê? Porque o seu exemplo de vida ensina-nos a não diferenciar, a respeitar o outro como ele é, gay ou straight, bi ou trans; porque o seu exemplo de vida ensina-nos a lutar por aquilo em que acreditamos, mesmo que não advenha daí nada de que nós queiramos usufruir (Del Martin e Lyon disseram que, na sua idade, o casamento só era importante para elas porque era exemplo de concretização para outros) e porque o seu exemplo de vida deve servir-nos de incentivo para que façamos pelos outros, ao menos, metade de tudo aquilo que ela fez.
Se já tínheis esquecido a história de Del Martin e Lyon, então esta é uma boa altura para a relembrardes e guardardes nos vossos corações para sempre. Pessoas que façam a diferença como ela não haverá muitas, certamente, mas cada um de nós pode contribuir para a grande diferença fazendo a sua pequenina parte. É o exemplo que, antes de ir embora, ela deixou e que, se for continuado, nunca perecerá.

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer