.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Ler 

«La bisexualidad no es un estado transitorio», segundo as conclusões de um estudo promovido pela Universidade de Utah (clicar para ler o artigo na íntegra).
Excerto a reter:
«Entre las que se consideraban homosexuales, un 14% había mantenido alguna relación heterosexual. "Esto prueba que la sexualidad femenina tiene un cierto grado de fluidez, y que la diferencia entre ser bisexual o lesbianas no es tan rígida".» (declarações de Lisa Diamond, coordenadora da investigação).

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer