.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

domingo, 7 de outubro de 2007

Post de domingo à noite, de quem não tem nada de novo para dizer mas pronto, como diz o outro. 

Lá em casa já ninguém estranha quando eu peço para mudar para a RTP1 para «ver a Flor». Já toda a gente percebeu que eu vejo «As Escolhas de Marcelo» não tanto pelo comentário político, mas pelas vistas. E já ninguém estranha que assim seja e ainda bem. ;)
A Maria Flor Pedroso cortou os cabelos. O novo penteado fica-lhe bem, mas eu cá preferia-os um tudo-nada mais compridos. Não obstante, continua giraça, a Maria Flor. E hoje vestiu vermelho (para desenjoar do preto/branco/cinzento), uma cor que lhe fica a matar.
O Professor (hoje escrevo Professor porque ele merece) Marcelo Rebelo de Sousa justificou plenamente por que razão é o comentador político com maior projecção cá no burgo. O homem sabe o faz, admitamo-lo. Deu a volta ao texto e usou as críticas que lhe dirigiram durante esta semana para envergonhar quem as proferiu. Com arte e mestria e com o saber que os anos e o estatuto lhe deram.
Os Gato Fedorento regressaram mas, quanto a mim, com o pé esquerdo. Em todo o programa, salvou-se, mas a custo, o «Tesourinho Deprimente». A maioria das personagens, porque não passa de imitações de figuras reais, já cansa. Esperava-se que os Gato aproveitassem as férias para repensar o programa e apresentar ao público algum elemento surpresa, mas nada de novo se viu. Nem o genérico foi modificado, o que já seria alguma coisinha. Ou isto, ou eu estou a ficar velha e sem paciência para um minuto e meio de Ricardo Araújo Pereira a imitar Scolari dizendo, repetidamente, quatro frases. Olha, vai-se a ver e o problema é mesmo meu. ;)
@s interessad@ podem arregalar o olho daqui a pouco (23h40), com o Instinto Fatal 2, na RTP1. Eu passo. Vejam e depois contem como foi.
Et voilá, c'est tout. Como dizia o Herman, vão para dentro e não se incomodem. :)

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer