.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

«Esses assuntos de paneleiragem...» 

Ao almoço discute-se a profusão legislativa dos últimos tempos. Alguém sugere que, uma vez que já se alterou o Código Penal, o Código de Processo Penal e o Código de Processo Civil, se altere, também, profundamente, o vetusto (para os tempos que correm) Livro de Direito da Família do Código Civil. Uns sugerem a abolição pura e simples do contrato de "casamento", alguns são contra as alusões ao casamento católico no diploma, outros pugnam pela consagração do casamento entre pessoas do mesmo sexo e uns quantos acham que está tudo muito bem como está.
Dois de nós tentam mostrar que «bem» é coisa que não está, definitivamente. E dão exemplos. E argumentam fundamentadamente. E apresentam razões de ordem jurídica e social para as alterações propostas.
Nisto, um dos que se recusam a mudar seja o que for, diz-me: «Ó Mente, no que concerne a esses assuntos da paneleiragem (sic), você está sempre muito bem informada. Veja lá, tome cuidado, não vão um dia pensar que você é lésbica». E eu respondo: «Ó J., se for só por dominar "assuntos de paneleiragem", como você diz, acho que não corro esse risco, pelo menos em relação a toda a gente, e tomo-o a si como exemplo. É que você farta-se de dizer tolices e, mesmo assim, ainda há duas ou três pessoas que continuam a não achar que você é completamente idiota».
Um par de gargalhadas nervosas depois, o J. levanta-se e vai andando à nossa frente. Os que restam na mesa olham muito sérios para mim e perguntam: «Há mesmo duas ou três pessoas que acham que ele não é completamente idiota? Mas quem é que tu conheces que nós não conhecemos?». Risota geral. Para tiradas daquelas, haja humor e língua afiada. E placidez. O cinismo, às vezes, é muito mais do que uma arma.

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer