.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, 16 de março de 2007

Sem pudor 

Juro que não foi por minha culpa. Ele é que apareceu no céu cheio de amarelo, cheio de quentura, cheio de vontade de me espreitar o decote. Durante a manhã ainda lhe resisti, muito metida comigo mesma e a ignorá-lo de alto a baixo. «Brilha, brilha, que a mim pouco me importa». Depois do almoço a coisa complicou-se. Meia cidade já lhe havia feito a vontade (era mui difícil resistir-lhe). Por isso, hoje, pela primeira vez este ano, andei quase descascada, ou seja, de casaco no braço toda a santíssima tarde, enquanto o sol me beijocava sem pudor e sem licença a pele.

Dizem que o Inverno tem os dias contados.
Oh alegria suprema.

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer