.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

sábado, 23 de dezembro de 2006

Sugestões de Natal - discos (4) 

He Poos Clouds, dos Final Fantasy
HE POOS CLOUDS
Final Fantasy


He Poos Clouds é obra de alguém disposto a tomar por si os riscos que implica um objecto como este - uma ópera à mercê de autor insano - e a espalhar-se no cumprimento desse dever. É quando o cristal de Clouds estala que as suas componentes se dividem em perfeita isometria entre os recipientes do encanto e desencanto: a primeira porção recebe todos os certeiros e preciosos usos do instrumento de cordas – ampliado a quarteto, desta vez – e a segunda contará certamente com a ocasionalmente débil consistência vocálica de Owen Pallett. Sobre a aplicação das cordas pode-se referir que o seu planeamento favorece uma progressão em formação de bando saqueador (a arriscada "Song Song Song" comprova isso mesmo) em vez da direcção exacta que descreviam as cordas Guilherme Tell do primeiro Has a Good Home (que armazena uma apreciável quantidade de incisivos ready mades a serem samplados num futuro próximo). Compensou, de facto, o tempo perdido numa formação clássica por parte de um compositor pronto a degustação indie. De tal modo, que as vocalizações menos conseguidas não chegam sequer a perturbar o predominante encanto. A opção de Pallett para contornar a insuficiência é semelhante à de Jamie "Xiu Xiu" Stewart: distorcer ou sobrecarregá-la com mantos instrumentais que a sufoquem ao ponto do irreconhecível. Apesar de propositadamente vitimado por esse desequilíbrio vocal, "If I Were a Carp" prova, em prol de He Poos Clouds, que a sua inabalável propensão fantasiosa podia até contar com a insuportável presença de Alec Ounsworth (mentor do balão de ar Clap Your Hands Say Yeah) e fazer dessa um peão determinante ao seu xadrez narrativo.

Fonte: site da Bodyspace, texto de Miguel Arsénio

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer