.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, 6 de outubro de 2005

Falam, falam, falam... 

A notícia já é antiga, mas não resisto a comentá-la: leu-se um pouco por todos os jornais deste fim-de-semana que o Governo pretende criar um Conselho de Opinião, para pôr a sociedade civil a reflectir sobre assuntos diversos, entre os quais se inclui a questão do casamento por homossexuais.
Bem sei que com isto o Governo está a dar um passo monstruoso, porque ao menos já fala dos homossexuais e até já pondera a eventualidade de se calhar, ao fim e ao cabo, os homossexuais até terem direitos e tudo e deviamos estar-lhe tod@s muito agradecid@s... mas, sinceramente, longe dessa sensação de gratidão, não deixo de me sentir espantada com uma decisão destas!
Ora bolas, o Governo quer afinal falar sobre o quê, com quem e porquê?! Acaso o Governo quis falar com alguém quando aumentou os impostos? Quando congelou carreiras? Quando retirou benefícios? Não! E muito bem, porque quer se concorde ou quer não se concorde com as medidas adoptadas, a verdade é que o Governo simplesmente fez, quanto a essas matérias, o que tinha a fazer: governou!
E como governou, com coragem e sem hesitações, no que à imposição de deveres e à redução de direitos respeitou, porque teme o Governo, agora, governar no que à consagração de um direito constitucional respeita? Porquê problematizar? Porquê promover um debate que se adivinha exacerbado e triste? Porquê lançar a sociedade numa questão cuja resposta já está constitucionalmente consagrada? Não perceberá o Governo que, nesta matéria, Portugal apenas precisa que o Governo governe e ponto final?...
Provavelmente o Governo percebe, mas provavelmente percebe também que, enquanto andar assim, a falar, a falar, a falar, criando esperanças, mas sem que ninguém o veja fazer nada, sempre poderá evitar uma luta que, vá-se lá saber porquê, não quer assumir como sua!

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer