.comment-link {margin-left:.6em;} <$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, 17 de outubro de 2005

Alternativas 

Um dos maiores prazeres da vida em comum surge logo ao amanhecer. Gosto de acordar mais cedo que ela todos os dias, só para ter o prazer de ficar uns momentos a admirar-lhe as feições, a ouvir-lhe a respiração pausada e a deixar-me invadir pela calma que transparece do seu rosto adormecido. Tenho por teoria que todas as pessoas, sejam de que idade forem, quando estão adormecidas têm sempre cara de criança... Pelo menos ela tem! E também por isso gosto de ficar a olhá-la e a adivinhar naqueles traços os traços da criança que um dia nos correrá pela casa...


© Anne Geddes

... As crianças... os filhos... mais um assunto delicado para todos os homossexuais... talvez o mais delicado de todos, reconheço! Não me apetece, confesso, começar a semana a discutir, mais uma vez, os prós e os contras, os comos e os quandos, da existência de filhos nas relações homoparentais. Hoje, apetece-me simplesmente partilhar convosco a descoberta, via Homem, Homossexual e Pai, de uma organização brasileira, de seu nome Famílias Alternativas, que, entre outras iniciativas, promove encontros entre famílias homoparentais, de forma a que os filhos desses casais compreendam que não são únicos no Mundo. A ideia parte da constatação evidente de que os filhos de pais homoparentais se sentirão melhor se descobrirem e interagirem com pessoas com pais iguais aos deles, sem pressões, sem se sentirem diferentes, sem se sentirem, no fundo, como o único miúdo da escola que usa óculos ou aparelho!
Não sei se existe uma organização do género em Portugal, vocacionada para promover encontros entre filhos (e porque não sobrinhos, afilhados e primos?!) de casais homoparentais... Se não existe faz falta!... Como fazem falta todas as iniciativas que visem incutir valores de tolerância e respeito em todas as crianças (não é preciso lembrar que são a nossa futura sociedade, pois não?)... Como me faz falta a certeza de saber que um dia o nosso filho se sentiria tão bem integrado no Mundo como num dos grupos daquela organização, para ganhar a coragem de transformar o rosto sereno da minha Mente adormecida nos traços bem definidos de uma criança!

Comentários: Enviar um comentário


Links to this post:

Criar uma hiperligação

Somos altos, baixos, magros, gordinhos, extrovertidos, introvertidos, religiosos, ateus, conservadores, liberais, ricos, pobres, famosos, comuns, brancos, negros... Só uma diferença : amamos pessoas do mesmo sexo. Campanha Digital contra o Preconceito a Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgéneros. O Respeito ao Próximo em Primeiro Lugar. Copyright: v.


      
Marriage is love.


This page is powered by Blogger. Isn't yours?

referer referrer referers referrers http_referer